NÚCLEO BENFIQUISTA DA IMPRENSA NACIONAL-CASA DA MOEDA

quarta-feira, 31 de março de 2010

Assim vai o futebol português

Ontem foi o dia do futebol! Em simultâneo, na RTP e na SIC, Pinto da Costa e Luis Filipe Vieira concederam entrevistas a Judite de Sousa e Miguel Sousa Tavares. Não se esperava que qualquer um deles dissesse algo diferente do que disseram por isso foco a minha atenção noutra entrevista, essa sim com muito interesse, também ela ontem e na SIC Noticias. Ricardo Costa, presidente do conselho de disciplina da Liga foi entrevistado por Ana Lourenço e falou, preto no branco, dos podres do nosso futebol. Esta entrevista é imperdível para quem dá valor à honestidade, seriedade e transparência. Apesar de longa, é das mais interessantes e reveladoras a que alguma vez assisti.

Futsal a vencer em Portugal e na Europa

Taça de Portugal

Esta época de futsal do Benfica tem sido um pouco atípica. Não estamos a conseguir dominar o campeonato como nos últimos anos mas estamos em grande na Europa e este fim-de-semana provámos que continuamos muito fortes em Portugal. No último domingo defrontámos os vizinhos de Alvalade que vinham convencidos que sabem da arte de futsal e acabaram, mais uma vez, por sair da Luz com uma lição de humildade, 4-1 foi o resultado do jogo referente aos quartos de final da Taça de Portugal.
O jogo foi, como habitual, empolgante mas cedo o Benfica construiu uma vantagem folgada e o 1º golo, de Joel Queirós é mesmo de antologia. Fintou 3 adversários e meteu onde o Benedito não chegava. Depois foi ver o Benfica jogar, marcar, continuar na Taça e quanto ao Sporting, não sabendo mais, agride os adversários! Adeptos complexados com a grandeza do Benfica já nós conhecemos mas jogadores que perdem a cabeça quando é claro que são inferiores e cospem os treinadores adversários é demais! Cardinal teve oportunidade de dizer esta semana que no Benfica nunca jogaria mas como ninguém do Benfica se preocupa com isso decidiu mostrar a sua falta de nível dentro do campo. O complexo de inferioridade é óbvio neste jogador mas quem não chega ao Benfica nunca será grande e este jogador está condenado à mediania.

Veja aqui o resumo da clara e justa vitória do Benfica


UEFA Futsal Cup

Já em 2004 o Benfica atingiu a final da prova máxima do futsal europeu tendo perdido com o Interviú. Em 2007 atingimos outra final europeia, desta vez da Taça das Taças, e também aí saímos derrotados. Agora, o Benfica está mais forte do que nunca, chegou à final four da UEFA Futsal Cup e desta vez está a organizar o torneio, é, por isso, fortíssimo candidato à vitória final. De 23 a 25 de Abril, no Pavilhão Atlântico, vamos dar o nosso apoio ao Benfica, vamos todos apoiar o Benfica.

1ª meia final 23 Abril 18h00 – Interviú Madrid (Esp) vs Araz Naxçivan (Aze)
2ª meia final 23 Abril 20h30 – Luparense C/5 (Ita) vs SL Benfica (Por)
3º e 4º classificados 25 Abril 16h00
Final 25 Abril 18h30

terça-feira, 30 de março de 2010

1º Encontro do Núcleo Benfiquista dos Trabalhadores da INCM

Aí está o 1º jantar convívio, aos poucos vamos sendo muitos e sempre com o coração muito encarnado. Conviveu-se muito, falou-se muito e falou-se muito do nosso Benfica.
- Qual foi o 1º campo do Benfica? - Eu lembro-me deste jogo - Eu lembro-me daquele - E quando ganhámos aos lagartos - Isso é que foi um jogo – E o Aimar, que nível - Eu gosto do Espanhol - O queniano é muita bom - O Cardozo já podia ter 40 golos!...
Enfim, quando começamos a falar do Benfica temos assunto para toda a noite. E este Benfica ainda nos deixa mais inflamados, ganha tudo por todo o lado e enche o olho, ninguém nos pára este ano!
Foi uma excelente experiência a repetir, sem dúvida. Muitos já nos disseram que participarão na próxima e os pedidos de associação ao Núcleo não param de chegar. Com este apoio só nos falta avançar para a divulgação do nosso Núcleo junto do Sport Lisboa e Benfica que será o próximo passo a dar. Todos somos poucos para a grandeza do Benfica mas seremos cada vez mais em Portugal e no mundo.

Algumas fotos do jantar:

segunda-feira, 29 de março de 2010

Liga Sagres - 24ª Jornada

Ganhámos! Mais uma jornada, mais uma vitória, mais uma indigestão para os profetas da desgraça, os videntes da queda anunciada que teima em não se revelar. Para quem antevia uma derrota em larga escala do Benfica nestas últimas 3 semanas – Nacional da Madeira, Marselha, Porto e Braga – com eliminação na Liga Europa, derrota na final da Taça da Liga e perda do comando do campeonato, o Benfica respondeu com 4 vitórias sempre com enorme categoria. Não nos limitámos a vencer o que havia para vencer, fizemo-lo com superioridade e sempre com justiça no resultado. Em todos os jogos fomos a melhor equipa em campo, nuns marcámos mais noutros menos mas as vitórias nunca estiveram em causa. Alguns adversários são mais realistas e desportivistas, assumem a supremacia exibicional do Benfica, outros, com mais mau perder, têm dificuldade em engolir derrotas claras e falam em meias palavras de situações que só existem nas suas cabeças. Domingos diz que o golo do Benfica é marcado 14 segundos depois do tempo que o árbitro fixou mas a placa do 4º arbitro não tem segundos (!) será que o árbitro queria dar 1 minuto e 15 segundos de compensação na 1ª parte? Domingos também não viu que o canto foi marcado antes de acabar o tempo definido (em minutos). Mas pior, Domingos não se referiu ao mais grave erro de arbitragem do manhoso Pedro Proença, o claro penálti roubado ao Benfica na 2ª parte por mão dum jogador bracarense na área. Domingos tem a escola toda, não se importou de levar 5 no Porto, (até me pareceu que fez por isso) mas perder o campeonato na Luz já foi mais indigesto.



Já que falamos de treinadores que têm mais mau perder do que qualidade, tenho que referir que Jesualdo Ferreira depois de levar 3 secos e ser humilhado veio dizer que o 1º golo nasce duma situação infeliz, o 2º é no fim da 1ª parte e o último já aparece no fim do jogo, como se assim não valesse marcar golos, como se assim o vencedor não tivesse mérito, como se assim o justo vencedor fosse o Porto! Não falou das agressões do Bruno Alves e do Meireles, não lhe convinha (!) mas não se cala com o Hulk como se a suspensão de Givanildo fosse a resposta para tudo o que está errado no Porto. E não é, posso dizê-lo e evidenciá-lo facilmente. Com Hulk em campo estavam a 4 pontos do Benfica depois de terem sido vulgarizados na Luz. Com Hulk foram humilhados em Londres com 5 golos que pareceram pouco para a diferença entre as equipas. O mesmo Hulk que agrediu a soco e pontapé seguranças alheios ao jogo das 4 linhas e com uma quadro legal de suspensão de 6 meses a 3 anos acaba por ter uma pena de 3 jogos! Jesualdo teve uma boa escola mas em boa hora foi embora e, como burro velho não aprende, está à vista o porquê das exibições do Porto, nem com 14 em campo lá vão este ano!



Agora em relação ao jogo com o Braga, não há muito a dizer, ganhámos, fomos melhores do início ao fim e só não marcámos mais por duas razões, porque não calhou e porque o árbitro fez por isso. Mais uma vez o Benfica mostrou que não há equipas portuguesas que lhe façam frente este ano e que a inflamação do Braga era, essa sim, exagerada. Claramente não têm caparro para o Benfica.



O capitão marcou, o Benfica ganhou e pouco mais há a referir sobre o jogo por isso vou falar do que mais me chamou a atenção no estádio. Ao intervalo, os jogadores do Braga não seguiram para o túnel, antes, esperaram no relvado que os jogadores do Benfica o fizessem primeiro como que a dizer que a responsabilidade dos problemas que se passaram no intervalo do jogo de Braga é dos jogadores do Benfica. Depois de esmurrarem e pontapearem tudo o que lhes aparecia pela frente, quais cães raivosos, vêm a Lisboa fazer esta triste figura! Quem não sabe estar não está e quem quer parecer mais do que o que é acaba por ser desmascarado e foi o que aconteceu aos pequenos de Braga, não sabem estar e não sabem ser mas armam-se aos cucos e acabaram desmascarados. Foram humilhados, viram jogar à bola como só costumam ver na TV, nem conseguiam passar do meio campo em condições, vieram a rezar pelo milagre do 0-0 e perderam o campeonato. Agora que o campeonato se foi apertem bem os atacadores e dêem às pernas porque o Porto vem aí e árbitros não faltam para o assalto à champions!



A Taça da Liga já cá canta (há quem não tenha nem uma para mostrar), o campeonato está meio ganho, venha o Liverpool para alegrar a malta. E vai ser uma alegria, mais uma a caminho de Hamburgo.


sexta-feira, 26 de março de 2010

Voleibol nas duas finais

Com enorme brilhantismo e muita justiça, o Benfica qualificou-se este fim-de-semana para a final do play-off do campeonato nacional de voleibol. Tem sido, até agora, uma época a roçar a perfeição para os comandados de José Jardim, o nosso treinador, que pelo Benfica já conquistou 1 título de Campeão Nacional e 3 Taças de Portugal. Sabendo que o Benfica conta com 3 títulos de Campeão Nacional e 12 Taças de Portugal no seu palmarés, podemos dizer que José Jardim tem um lugar especial no clube já que também representou o Benfica como jogador.

Como já tínhamos feito na Taça de Portugal, eliminámos o Vitória de Guimarães na meia-final do play-off com claros 3-0 em casa e 1-3 fora. O actual detentor da Taça de Portugal e vice campeão nacional está agora fora de tudo graças à superioridade do Benfica.
Disse antes que o Benfica tem feito uma época a roçar a perfeição porque apesar de estarmos em duas finais ainda nada conquistámos mas isso é algo que vai mudar brevemente quando o defrontarmos o Castêlo da Maia em Coimbra no próximo 3 de Abril às 15h00 e trouxermos para Lisboa a nossa 13ª Taça de Portugal reforçando a liderança nacional neste troféu. Depois é só esperar por saber se defrontamos o Castêlo ou o Espinho na final do campeonato sabendo que na fase regular ganhámos em casa e perdemos fora com o Castêlo e perdemos os dois jogos com o Espinho.

Nos últimos anos fomos campeões em Futsal, Basquetebol, Andebol e estamos perto de tornar a ganhar a dobradinha no Voleibol, já conseguida em 2005. As modalidades de pavilhão do Benfica estão imparáveis e juntam a sua glória à do futebol ajudando o Benfica a engrandecer cada vez mais como um clube eclético.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Carlsberg Cup - 1º título da época

Foi uma limpeza fácil, como já era previsto. O Benfica arrumou esta noite o Porto com uns claros 3-0 e ergueu a taça. O resultado que todos esperavam concretizou-se e quando digo todos refiro-me também aos adeptos do Porto que vandalizaram meio país a caminho do Algarve, um claro sinal de mau perder expressado por antecipação. Sabendo eles que eram quase impossível ganharem a um adversário tão superior como é o Benfica, decidiram começar logo durante a tarde a partir tudo o que apanhavam pela frente.

A previsivel fácil vitória do Benfica e o previsivel comportamento de uns tantos animais não eliminou outra previsibilidade deste jogo, a arbitragem do homem do Porto. E pode dizer-se mesmo assim, o homem do Porto, porque foi o papel que ele desempenhou! Se fosse possível, teria sido justo expulsar-se o Bruno Alves três vezes por outras tantas agressões mas não com este senhor! O Raul Meireles teria tomado o mesmo caminho mas não com este senhor! Ao invés mostrou amarelos absolutamente caricatos a jogadores benfiquistas como é exemplo o cartão mostrado a Maxi Pereira. Ainda bem que os jogadores do Porto estão tão mal que nem arte tiveram para se mandarem para o chão dentro da área senão ele teria apitado.

Quanto ao Benfica, com tranquilidade mostrou quem é melhor, muito melhor, e trouxe a taça a jogar com suplentes, aliás, como tinha feito no jogo do campeonato contra o mesmo adversário! Nem é preciso mais, guardamos os titulares para jogar contra o Braga e os adversários europeus.


domingo, 21 de março de 2010

Marselha vs Benfica - Glória europeia

Antes disse que o Benfica tinha, finalmente, encontrado no Marselha um adversário à altura esta época mas quem viu o jogo da 2ª mão deve pensar que estava a sobrevalorizar o adversário! Não estava, o Marselha é mesmo a melhor equipa que o Benfica encontrou este ano mas isso não significa que não fosse passado a ferro pela equipa de Jesus. O Benfica foi a França humilhar o Marselha perante os seus adeptos tal o domínio que se verificou. Posse de bola, ocasiões de golo, remates, ataques rápidos, domínio de meio campo, em tudo o Benfica foi melhor, e muito melhor. Por pouco poderíamos ter perdido a eliminatória pois os golos do Benfica foram tardios no jogo mas quando a superioridade é desta monta não há injustiça que aguenta. Não é ao acaso que falo se injustiça, a arbitragem foi vergonhosa. Parece que o senhor Platini não nos quer na Europa mas para isso vai ter que fazer mais do que colocar um árbitro ladrão em campo!

O Benfica continua a abrir caminho pela Europa fora com um único objectivo, levantar a taça em Hamburgo, e não será o Liverpool que irá parar a máquina benfiquista! Nem sequer abrandar, vamos fazer o que já fizemos e gelar Inglaterra. Glória ao Benfica.

sábado, 20 de março de 2010

segunda-feira, 15 de março de 2010

Liga Sagres - 23ª Jornada

Como disse há uns dias, só no Marselha o Benfica encontrou um adversário à altura esta época. Longe vão os tempos em que o engº Rui Alves por um lado e Pinto da Costa e António Araújo por outro compravam jogos entre o Nacional e o Benfica para melhor servir o Porto e os insulares. Não que possa afirmar peremptoriamente que este jogo não foi comprado mas, agora, já nem assim lá vão. O actual Benfica é uma máquina de futebol e está bem acima de qualquer outra equipa em Portugal, já contando com os "enganos" de arbitragem.

O Benfica ganhou este fim-de-semana, na Madeira ao Nacional, por 0-1 como poderia ter ganho por 3 ou 4. A diferença deste para outros jogos foi apenas a nossa menor eficácia de remate porque o jogo foi controlado e dominado de início ao fim e sempre em sentido único. É lógico que poderíamos, como outros clubes este ano, ter ido ao Nacional comprar 80% do passe de um jogador e só depois de sair da Madeira com uma vitória, por exemplo 0-4, ter pago os restantes 20%! Mas o Benfica é maior do que isso, como equipa de futebol e como instituição de referência em Portugal e no mundo.

Na próxima jornada o Benfica mede forças com o Braga na Luz e o campeonato fica por aqui. O mesmo campeonato que já acabou para o Sporting há 4 meses e para o Porto há um mês vai agora acabar para o Braga e o Benfica no dia 27 de Março e vai coroar o Benfica como o mais que justo campeão (anunciado). Todos à Luz, vamos mostrar o que é o verdadeiro Inferno.

sexta-feira, 12 de março de 2010

Benfica vs Marselha - Rescaldo de um empate injusto

E, finalmente, o Benfica encontrou um adversário à altura. Já era tempo, estamos em Março e desde Agosto de 2009 que os jogos do Benfica não têm interesse do ponto de vista da expectativa em relação ao resultado final! Como disse, já era tempo de vermos um jogo empolgante, rasgadinho e com ocasiões de golo de parte a parte só é pena que a mais que justa vitória do Benfica não tenho sido o resultado final. É verdade que não se viu aquele jogo sufocante a que estamos habituados esta época muito por responsabilidade da grande qualidade da equipa adversária como também da sua estratégia de contenção com um meio campo bem arrumado e sempre muito pressionante logo desde o sector defensivo encarnado. O meio campo do Benfica, com menos homens, sentiu dificuldades na habitual circulação de bola mas, ainda assim, com mais ocasiões de golo do que o Marselha, é da eficácia de remate que temos que nos lamentar.
O tardio e injusto golo do Marselha não tira o Benfica dos quartos de final da Liga Europa, antes pelo contrário, faz com que a equipa de Jesus tenha um objectivo mais concreto em França, marcar golos e ganhar, e é isso mesmo que vai acontecer na próxima quinta-feira.

quarta-feira, 10 de março de 2010

terça-feira, 9 de março de 2010

Liga Sagres - 22ª Jornada

Mais uma vitória clara, mais uma exibição convincente, maior consolidação na liderança. O Benfica arrancou definitivamente na classificação e não há agora quem o detenha. O Sporting nunca foi concorrência à altura, o Porto há muito que também já não o era e o Braga, que vinha sendo o único a dar réplica ao Benfica, já nem com factores externos consegue compensar as fracas exibições.

Com mais uma gestão inteligente do plantel, Jorge Jesus continua a dar descanso a alguns jogadores e a gerir os castigos e lesões de outros com mestria. O Benfica continua em alta rotação apesar da ausência de alguns habituais titulares e a vitória por 3-1 ante o Paços de Ferreira não foi uma fraca exibição, como alguns por aí defenderam, nem sequer uma quebra de rendimento, foi antes uma exibição convincente com solidez defensiva, ruptura explosiva nomeadamente na ala esquerda, rápidas transições defensa-ataque sempre com grande qualidade de passe e asfixia ofensiva. Só faltou ao Benfica de domingo a eficácia de outras noites para enviar o adversário mais recheado de volta à capital do móvel.

quarta-feira, 3 de março de 2010